O processo de Teste de Vazamento

O processo de Teste de Vazamento

O teste de vácuo de recipientes metálicos é uma etapa crítica no controle de qualidade, pois o vácuo adequado é essencial para a preservação do produto e para evitar a contaminação microbiológica. Existem diferentes métodos para verificar a estanqueidade e o nível de vácuo dos recipientes:

Testador de vazamento: Esta máquina verifica a boa estanqueidade de 100% da produção e rejeita latas defeituosas. Existem dois tipos de testador: pressão e vácuo. O processo envolve introduzir pressão ou gerar vácuo dentro do recipiente fechado, medir a pressão e armazená-la. Ao final do processo é feita outra medição e os valores são comparados. Se a diferença entre os dois for maior que um valor predefinido, o pote será rejeitado.

Verificação manual: A estanqueidade do recipiente também pode ser verificada manualmente submergindo as latas em água para detectar vazamentos de ar.

Detectores de vácuo: Recomenda-se a instalação de detectores de vácuo na linha após o processamento para que sejam eliminados recipientes com baixo ou nenhum nível de vácuo. Deve ser realizado um exame regular de todos os recipientes ejetados pelo detector de vácuo para estabelecer as razões das falhas e tomar as medidas corretivas apropriadas.

Exame visual das tampas: Se as tampas possuírem “botão de segurança”, esta pode ser uma forma indireta de controlar o vácuo no interior dos potes.

Esses métodos ajudam a garantir que as embalagens metálicas mantenham a integridade do produto embalado e atendam aos padrões de segurança e qualidade alimentar.